Afinal, comprar ou alugar um imóvel? O que vale mais a pena nos tempos de hoje?

Antes de analisarmos juntos, você já fez essa pergunta a calculadora? Se sim, parabéns! Você já iniciou bem. Caso não, o primeiro passo é organizar e planejar. Veja mais agora e calcule o que mais vale a pena. 

Comprar ou alugar um imóvel: o que vale mais a pena? Antes precisamos fazer algumas considerações: como anda seu planejamento financeiro, plano de carreira, plano de vida?  Já colocou na ponta do lápis? 
 
A decisão de comprar ou alugar parte do princípio: necessidade x plano de vida + organização financeira. Entendendo essa fórmula, você conseguirá compreender qual passo realizar nesse momento.  

Alugar: quando vale a pena? 

Se você não escutou, provavelmente vai escutar: “com a parcela do aluguel, você consegue financiar uma casa e pode até conseguir uma parcela mais barata” ou “é dinheiro jogado fora”, mas em alguns casos não é bem assim; dependendo do seu plano de vida e condição financeira atual, o aluguel poderá ser mais vantajoso.  

Se você, por exemplo, não possui a quantia necessária para comprar um imóvel ou ao menos pagar a entrada, o aluguel já é a opção mais adequada – mas, existem outras vantagens:  

  • Mudança temporária; 
  • Planos incertos sobre ter uma família; 
  • Planos de mudar de país. 

Vale lembrar, caso você tenha a quantia para comprar um imóvel à vista, para você também poderá ser vantajoso alugar um imóvel ao ponto de vista financeiro 

Conta para saber se alugar o imóvel vale a pena 

Ela parte do raciocínio de que, ao invés de comprar o imóvel, é possível investir o montante usado para isso por determinado período. Com os rendimentos, é possível pagar o aluguel e, caso ainda sobre dinheiro, reinvestir.  

Para chegar na taxa de retorno, é preciso dividir o valor do aluguel pelo valor de venda do imóvel e multiplicar por 100.  

Usando como exemplo um imóvel cujo preço é R$ 400 mil e o aluguel R$ 2 mil, a conta seria a seguinte: 2.000 / 400.000 x 100 = 0,5. 

A taxa de retorno, logo, é de 0,5%. Isso significa que aplicar os R$ 400 mil em qualquer aplicação financeira que ofereça um rendimento maior que 0,5% ao mês pagará juros suficientes para pagar o aluguel e ainda reinvestir o que sobra. 

Neste caso, vale a pena alugar. 

Vale lembrar também que, optando por aluguel, se economiza com manutenção do imóvel – toda a reforma necessária é bancada pelo proprietário. 

Comprar 

Se tornam diferentes as respostas quando se dispõe de todo o dinheiro necessário ou vai fazer um financiamento. Seja qual for a opção, o ideal é pensar com cuidado e muito planejamento antes de fechar um contrato. 

As vantagens são claras: é uma propriedade em seu nome, você possui a liberdade de fazer as reformas e mudanças que desejar, ganha estabilidade… Entre muitas outras. O grande, porém, é o investimento ao comprar um imóvel – ele é muito mais alto e, mesmo no caso de um financiamento, o investimento inicial é maior. 
 

Em caso de financiamento lembre-se: o investimento inicial é maior. Você estará contratando uma dívida que costuma ser longa e carregada de juros. 

No geral recomenda-se a compra de um imóvel para pessoas que têm uma vida financeira e profissional bem estruturadas, com uma fonte de renda estável. 

Afinal: comprar ou alugar? 

Para responder essa pergunta, você precisa saber qual o seu momento de vida atual e situação financeira. 

Comprar um imóvel é um investimento maior: você o terá em seu nome.  

Alugar: Não demanda um investimento tão alto, porém não traz um retorno tão significativo; é por esse motivo que muitos dizem que alugar um imóvel não vale a pena. 

Por isso, a importância de um planejamento financeiro ativo.  

Últimas postagens

Maneiras de economizar (mais ainda) nas compras do supermercado:

Leia o artigo

RH e vida financeira do colaborador, qual a relação?

Leia o artigo

Saiba o que é Cashback, como funciona e onde ganhar!

Leia o artigo

Economia Colaborativa: entenda os benefícios.

Leia o artigo

Gastos invisíveis: o que são e como se livrar deles

Leia o artigo

Afinal, comprar ou alugar um imóvel? O que vale mais a pena nos tempos de hoje?

Leia o artigo